Vacina nonavalente contra o HPV


12.06.24

A vacina contra o HPV é um método altamente eficaz para a prevenção de diferentes tipos de câncer associados à infecção por este vírus, estando disponível desde 2006 nos EUA. Com mais de 500 milhões de doses aplicadas em todo o mundo, a vacina tem demonstrado sua segurança consistentemente.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a incidência global de HPV está entre 10% e 50%. Dependendo do lugar, a prevalência pode variar amplamente.

A vacina contra o HPV tem hoje papel fundamental não somente para a prevenção contra alguns tipos de câncer, como, de colo de útero, pênis, vagina, ânus e orofaringe, como também para a diminuição da transmissão do vírus.

O Programa Nacional de Imunizações (PNI) disponibiliza a vacina HPV quadrivalente, que protege contra 4 tipos distintos de HPV (6, 11, 16 e 18), para meninas e meninos de 9 até 14 anos e para adultos imunocomprometidos nos Centros de Referência de Imunobiológicos Especiais (CRIE).

VACINA NONAVALENTE

A nova vacina HPV nonavalente, GARDASIL 9, disponível ainda apenas em clínicas privadas, incorporou mais cinco tipos do vírus (31, 33, 45, 52 e 58), ampliando a proteção contra o desenvolvimento de câncer associado à infecção.

Aproximadamente 25% dos casos de câncer da vulva e 70% dos casos de câncer da vagina são causados pelo HPV. Os 9 tipos de HPV contidos na vacina estão associados à 85-90% dos casos de câncer da vulva, 80-85% dos casos de câncer da vagina, 90-95% dos casos de pré-câncer da vulva avançado e 75-85% dos casos de pré-câncer da vagina avançado.

A vacina HPV nonavalente tem indicação para homens e mulheres entre 9 e 45 anos, mesmo para quem já tenha tomado a vacina quadrivalente ou tenha tido exposição prévia ao HPV. Quando aplicada antes dos 14 anos, a vacina nonavalente previne 80% dos casos de infecção pelo HPV, contra 50% quando aplicada entre 14 e 17 anos, salientando a importância da política de vacinação em crianças e adolescentes.

Estudos de imunogenicidade demonstram que a vacinação contra o HPV é capaz de gerar anticorpos em 90% dos indivíduos, contra cerca de 70% em pessoas que adquiriram imunidade natural, sem vacinação.

Para gestantes a nova vacina contra o HPV continua sendo contraindicada.

Vale lembrar que outro grupo de indivíduos que merecem muita atenção são os pacientes imunodeprimidos, em quem a imunização contra HPV torna-se ainda mais recomendada, mas um médico especialista sobre vacinação em pacientes especiais deve ser consultado.

Esquema de doses da vacina HPV Nonavalente:

• De 9 até 14 anos: duas doses (0 e 6 meses)

• De 15 até 45 anos: três doses (0 – 2 – 6 meses)

 

Referências:

Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm): Nota Técnica SBim 15/03/2023. Atualização das vacinas HPV em uso no Brasil: introdução da nonavalente (HPV9).

Bula Vacina Papilomavírus Humano 9-valente (recombinante) GARDASIL® 9. Merck Sharp & Dohme Farmacêutica Ltda.

Serviço de Assessoria ao Médico (SAM)

Visando oferecer um suporte personalizado e eficiente para todas as suas necessidades, disponibilizamos canais diretos e exclusivos para o colega médico, onde é possível tanto realizar solicitações, notificações de urgência, auxílio no acesso a resultados de exames, bem como para discussões de casos e resultados com nossa equipe médica e demais profissionais da saúde.

(21) 3184-3131

(21) 99231-4407

Atendimento WhatsApp: Para acesso, escolha a opção número 1

E-mail: sam@richet.com.br

 

Dr. José Cerbino
Médico Infectologista
CRM 52.64392-0
Médico Infectologista, Consultor.
Dr. Helio Magarinos
Diretor Médico
CRM 52.47173-0
Diretor do Richet Medicina & Diagnóstico, Helio Magarinos Torres Filho é Médico formado pela Universidade Federal Fluminense, especializado em Patologia Clínica e Medicina Laboratorial e possui MBA em Gestão de Negócios pelo IBMEC. Helio Magarinos também é Membro da Sociedade Brasileira de Patologia Clinica (SBPC), da American Association for Clinical Chemistry (AACC), da American Society for Microbiology (ASM), da American Molecular Pathology (AMP) e da European Society for Microbiology and Infectious Diseases (ESCMID).
CONFIRA

Assuntos relacionados